Link para página

Concluída a beneficiação do caminho de acesso à albufeira de Cedilho

Foram concluídas no início de agosto as obras de beneficiação do caminho de acesso à Albufeira de Cedilho, uma intervenção que visou a recuperação e estabilização das acessibilidades à barragem, na sequência dos danos causados pela tempestade Elsa e dos apoios concedidos pela Agência Portuguesa do Ambiente.

A intervenção promovida pelo Município de Vila Velha de Ródão consistiu na realização de terraplenagens para acertos da plataforma e de estabilização de zonas de aterro que continham solos argilosos, na construção de passagens hidráulicas e beneficiação das existentes, na execução de valetas de drenagem de plataforma em betão e na aplicação de pavimento betuminoso, sinalização horizontal e guardas de proteção.

Com este investimento, a autarquia dotou a o concelho de mais um acesso ao rio Tejo, permitindo uma deslocação fácil e acessível a embarcações de pesca e recreio.

A empreitada teve um contrato de 149.063,30 €, adjudicado à empresa João de Sousa Baltazar, S.A., e um prazo de execução de 90 dias.

Barragem Cedilho 1
Barragem Cedilho 2
Barragem Cedilho 3
Barragem Cedilho 4
Barragem Cedilho 5
Barragem Cedilho 6
Barragem Cedilho 7
Barragem Cedilho 8



Câmara Municipal promoveu a reabilitação de imóvel para habitação

A Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão promoveu a reabilitação de um edifício de habitação degradado e datado de 1922, situado no centro histórico de Vila Velha de Rodão, de forma dotá-lo de condições de habitabilidade e disponibilizá-lo para arrendamento de baixo custo.

O objetivo da autarquia é promover a recuperação de imóveis degradados no concelho e colmatar a falta de habitações disponíveis no mercado de arrendamento local, garantindo assim o direito à habitação e a melhoria da qualidade de vida da população.

A intervenção no edifício, localizado na rua Dr. José Pinto Oliveira Rocha, 18, e conhecido como a “Casa da D. Felismina”, procurou efetuar a correção de deficiências construtivas e funcionais, promover condições de habitabilidade e conforto e recuperar e conservar de elementos de reconhecido valor patrimonial, histórico e arquitetónico. A nível funcional, trata-se de uma habitação tipo T2+1, com capacidade para acolher um casal com um ou dois dependentes.

As obras foram adjudicadas à empresa Ediródão, Construção, Lda, por um valor de 124.998,58 € (acrescidos de IVA) e tiveram um prazo de execução de seis meses.

casa d felismina 1
casa d felismina 2
casa d felismina 3
casa d felismina 4

 

Obras de requalificação e ampliação do CIART arrancam em julho

Anexo NI Arranque Obras CIART VVR 1Têm início neste mês de julho as obras de requalificação e ampliação do Centro de Interpretação de Arte Rupestre do Vale do Tejo (CIART), uma intervenção abrangente que, entre outros aspetos, prevê a construção de uma nova entrada e a criação de quatro galerias expositivas, de um centro de documentação e de uma sala de multimédia e audiovisuais.

O projeto foi candidatado ao Centro 2020 e representa um investimento total de 750.733, 60 €, dos quais 524.601,79 € serão elegíveis e comparticipado em 85% através do FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (445.911,52€). As obras têm um prazo de execução de 365 dias.

No que respeita ao edifício que existe atualmente, o projeto prevê a reformulação do seu interior e a introdução de um programa específico, com vista à exposição de conteúdos museológicos pretendidos: Arte Rupestre, Paleolítico, Geologia e Geomorfologia. O edifício será ainda alvo de uma ampliação, para a zona devoluta a poente, por onde se passará a fazer o acesso ao Centro de Interpretação de Arte Rupestre do Vale do Tejo.

O objetivo da autarquia é criar um espaço museológico contemporâneo, atual e funcional, que permita ao visitante conhecer melhor e perceber a riqueza patrimonial que constitui o Complexo de Arte Rupestre do Vale do Tejo, um dos mais importantes conjuntos de arte pós-paleolítico da Europa, constituído por mais de 20 mil gravuras dispersas ao longo de 40 km de ambas as margens do rio Tejo.

 

 

Demolição de imóveis degradados no concelho

 1 Anexo Demolição Imóveis Degradados 2O Município de Vila Velha de Ródão está a levar a cabo a demolição de dez imóveis em avançado estado de degradação em vários pontos do concelho, uma medida que visa garantir a segurança e saúde pública dos munícipes. Dos edifícios a intervencionar, já foram realizados trabalhos de demolição num prédio da Rua do Fundo, em Tostão, e na Rua do Castelo, em Perdigão.

A execução desta empreitada surge na sequência da identificação, por parte dos serviços da Autarquia, de alguns imóveis que constituíam um perigo para a segurança e saúde pública. Após a realização de vistorias aos mesmos, a Câmara Municipal concluiu que em todos o casos a intervenção teria de passar pela demolição total dos edifícios, tendo os proprietário sido notificados do prazo de execução para o fazerem, com informação adicional de que, caso tal não se verificasse, a Câmara Municipal procederia à demolição dos imóveis, sendo-lhes o respetivo custo posteriormente imputado.

Expirado o prazo dado sem que se verificasse qualquer intervenção por parte dos proprietários, foi desenvolvido um procedimento de empreitada para a demolição dos prédios. Nesta fase do procedimento estão abrangidos quatro dos 10 imóveis iniciais, localizados, na Rua do Fundo, 34, em Tostão, na Rua do Castelo, 2, e Rua do Castelo, 4, em Perdigão, e na Rua de São Pedro, 17, em Sarnadas de Ródão.
Esta empreitada tem um contrato de 22.750,00 € e um prazo de execução de 90 dias. As intervenções a realizar consistem na demolição total dos edifícios, limpeza do local, construção de estruturas de betão de sustentação às edificações confinantes com as a demolir, reboco e pintura das fachadas confinantes com as edificações a demolir e na construção de muros de delimitação da zona frontal da edificação demolida.

 

 

 

Obras Municipais por Empreitada - 2020
Obras Municipais por Empreitada - Janeiro 2020 - (pdf) 62 Kb
Obras Municipais por Empreitada - Fevereiro 2020 - (pdf) 65 Kb
Obras Municipais por Empreitada - Março 2020 - (pdf) 66 Kb
Obras Municipais por Empreitada - Abril 2020 - (pdf) 112 Kb
Obras Municipais por Empreitada - Maio 2020 - (pdf) 112 Kb
Obras Municipais por Empreitada - Junho 2020 - (pdf) 112 Kb
Obras Municipais por Empreitada - Julho 2020 - (pdf) 64 Kb
Obras Municipais por Empreitada - Agosto 2020 - (pdf) 65 Kb
Obras Municipais por Empreitada - Setembro 2020 - (pdf) 69 Kb
Obras Municipais por Empreitada - Outubro 2020 - (pdf) 67 Kb
Obras Municipais por Empreitada - Novembro 2020 - (pdf) 67 Kb
Obras Municipais por Empreitada - Dezembro 2020 - (pdf) 64 Kb