Link para página

6 Pn

Teve lugar ao final da tarde de 7 de outubro, na Casa de Artes de Cultura do Tejo, a cerimónia de tomada de posse dos eleitos à Assembleia Municipal e à Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão nas autárquicas de 26 de setembro, nas quais Luís Pereira foi reeleito presidente da Câmara Municipal pelo PS com 73,73% da votação.

Eleito para o terceiro mandato pelo PS à frente autarquia rodense com um resultado que veio reforçar em cerca de quatro pontos percentuais o alcançado em 2017, Luís Pereira agradeceu a confiança depositada pelos eleitores no projeto que lidera, facto que atribuiu à “avaliação do trabalho realizado” e à “relação de forte compromisso assumida com o concelho e as suas gentes ao longo destes oito anos”.

Assumindo que os resultados alcançados nesta eleição reforçam ainda mais a sua motivação em continuar a servir o concelho com “entusiasmo, dedicação, empenho e determinação, num contexto de diálogo e transparência como sempre o temos feito”, Luís Pereira acrescentou que eles são também sinónimo de “responsabilidades acrescidas” e aproveitou a ocasião para anunciar alguns compromissos para o quadriénio 2021/2025.

De entre as medidas anunciadas, destacam-se a aposta na fixação de pessoas através do desenvolvimento de soluções habitacionais promovidas pelo município, como “a construção de mais fogos, a reabilitação de casas degradadas e o lançamento de novos loteamentos com lotes a preços acessíveis, abrangendo com estas medidas todas as freguesias do concelho”; o aumento da abrangência do programa Saúde Mais e a descentralização do funcionamento da Academia Sénior; a construção de uma creche que dê resposta às necessidades da população ou o aumento dos apoios concedidos às quatro juntas de freguesia.

Não foram também esquecidas as apostas no turismo e no ambiente, com a reabilitação da margem ribeirinha, a aposta da ligação ao rio e a monitorização da qualidade do ar a serem assumidas como prioridades.

Reconduzido na presidência da Assembleia Municipal na eleição para a mesa daquele órgão que se seguiu à tomada de posse dos eleitos, António Carmona saudou a participação dos mais jovens nestas eleições e mostrou regozijo por “encabeçar uma lista de candidatos rejuvenescida, passando de uma média de idades de 53 anos em 2017, para uma média de 44 anos em 2021, sinal inequívoco de que o nosso concelho reúne todas as condições para desafiar o futuro”.

Satisfeito com o renovar da confiança no projeto do PS, António Carmona destacou que “passados 20 anos de governação, o PS obteve em termos percentuais mais 15,19% em votos expressos nas urnas, um sucesso eleitoral que é diretamente proporcional ao respeito e credibilidade que os candidatos transmitem aos eleitores, bem como ao grau de conhecimento que estes têm dos primeiros”.

Assumindo o compromisso de “desempenhar o cargo com escrupuloso respeito pela isenção exigida pelo mesmo”, o reconduzido presidente da Assembleia Municipal garantiu que este será um “espaço onde o respeito pelo contraditório e a tolerância, a autonomia e o dinamismo, aliados à nossa capacidade de iniciativa serão pilares sólidos de uma sã convivência democratica”.

tomada posse 1
tomada posse 2
tomada posse 3
tomada posse 4